História do Município


Templo da Igreja Católica nos anos 60
Fonte: Acervo Digital - Zé do Correio

A cidade de Sandovalina teve seu início como povoado por volta de 1950, pela fundação de Vila pelo Sr. Antonio Sandoval Neto, proprietário de vasta área de terras na região.A fundação do povoado deveu-se aos últimos resquícios de pioneirismo que se notava na região da alta Sorocabana e que demandava rumo ao norte/nordeste do Paraná e ao sul do Mato Grosso do Sul.

Aos poucos o povoado foi crescendo, o seu comércio se desenvolveu e seu fundador, visualizando no local uma futura cidade, loteou uma pequena área em torno do povoado que lhe florescia, vendendo os lotes à prestação. Sandovalina então dinamizou e os seus moradores, tomando consciência de suas forças, reivindicam melhor situação administrativa.

Mercê de suas reivindicações deu-se a criação do Distrito de Paz de Sandovalina, criado no Município de Presidente Bernardes, com sede e povoado de igual nome e com território desmembrado do Distrito de Nova Pátria, pelo Decreto nº 2456, de 30 de dezembro de 1953, porto em execução de 1º de janeiro de 1954.
Não parou aí o desejo da população de Sandovalina. Alguns anos após, pleitearam a criação do município.Assim, Sandovalina foi elevada a Município, com sede na mesma vila e de igual nome, pela Comissão Administrativa do Estado, pela Lei nº 5285 de 18 de fevereiro de 1959, instalando-se o Município em 1º de janeiro de 1960.


DADOS DO MUNICÍPIO


POPULAÇÃO: 4.126 habitantes  (Estimativa IBGE - 2016)

ÁREA DA UNIDADE TERRITORIAL (Km²): 455

GENTÍLICO: Sandovalinense

LIMITES: Norte: Presid. Bernardes; Sul: Estado do Paraná; Leste: Estrela do Norte, Tarabai e Pirapozinho; Oeste: Mirante do Paranapanema.

REGIÃO ADMINISTRATIVA: 10ª

DISTÂNCIA DA CAPITAL : 623 Km.

ÁREA DO MUNICÍPIO : 456,4 Km2.

ALTITUDE DO MUNICÍPIO : 300 A 350 Metros.

POSIÇÃO : Longitude do distrito sede do município: - 51,76306 Graus

LATITUDE DO DISTRITO SEDE DO MUNICÍPIO: - 22,45611 Graus